Cousas do meu povo: Minho.

Cousas do meu povo: Minho.

Eu vivo num povo donde há três famílias. Estão os do Pepe, os do Pessoas e os do Tango. Os Pessoas e os Tango são algo família, mas desde há um tempo levanse mal por cousas de propriedades. Os Pepes e os Pessoas terem enfrontamentos desde há muitos anos e ninguém  lembra o motivo já que são muito parecidos no seu jeito de pensar e ser.

Há cousa dum mês o que mais ordena, acordou que se podia construir com 7 ferrados de propriedade. Os do Tango tenhem 1 ferrado justo no meio de 6 ferrados dos Pessoa e outros 6 dos Pepes.

Como em toda liorta que se prece as três casas acordarão fazer casa aproveitando as fincas citadas. O homem da casa dos Pessoas dizeron-lhe aos do Tango que por ser família lhe tinham que regalar a finca do ferrado e que a cambio poderiam ir pela casa a alguma festa do patrão. Os do Tango dizerão que de isso nada que ademais os Pepe lhe deixavam fazer casa somando ao seu ferrado os 6 deles. O que não lhe dizerão foi que tinham pensado mandar a sua família dormir com os animais e sem poderes sobre a casa.

Num primeiro momento os Pessoas ofenderem-se muito com os do Tango e chamarão-nos porcos, mal-educados e outras cousas em castelhano já que o homem da casa dos Pessoa que foi que levou as conversas lhes dia a sua família que os do Tango eram muito mala gente que preferiam vender a finca aos do Pepe antes que aos da sua sangue.

Com o passo do tempo já sabemos que os do Tango tinham intenção de vender a finca aos da casa dos Pessoa mas que não estavam dispostos a mal-vende-la, que os Pepe se meterão no meio da liorta dos do Tango e dos Pessoa e que os do Tango aproveitarão o mal que se levam os Pepe e os Pessoa para fazer casa, mas que esta feita, em parte, numa finca que não e deles. Para enredar mais o assunto há cousa dum dia que os Pessoas pedirão-lhe aos do Pepe que pelo bem da convivência lhe ponham a casa ao seu nome sem oferecer-lhes nada a cambio. Em definitiva a liorta que temos é que os do Pessoa estão sem casa, aos Pepe com uma casa nas suas propriedades mas que não e de eles e aos do Tango com uma casa nos térreos dos Pepe mas que não podendo escriturar ao seu nome porque a finca na que foi feita não consta como da sua propriedade.

A cousa tem mal amanho ou isso é o que dizem os meus vizinh@s.

2 pensamentos sobre “Cousas do meu povo: Minho.

  1. E logo não sería bem que vinheram os Bingos expropiaram as terras e abriran monte comunal para que os Tango, os Pepes e mailos Pessoas marcharan coa música a outra parte?

Deixa unha resposta

O teu enderezo electrónico non se publicará Os campos obrigatorios están marcados con *