Minho: o meu concelho !!!

Minho: o meu concelho !!!

A maioria absoluta de 13 é 6 ou 7? Ao ser 7 concelheiros porque há um setor da sociedade de Minho que não entende que tendo 6 o melhor, uma vez sabidos os resultados, é tragar cuspe, tragar orgulho colher o telefono e buscar um acordo que acabe ratificando o que os vizinhos e vizinhas dizerão nas votações. Tanto é o orgulho e a pre-potencia?

Se Ricardo, com o apoio de CxM, chegou a algum acordo com o PP eu também me sentirei decepcionado nunca traicionado porque eu não votei por CxM e não formei parte da sua candidatura e corresponde-lhes a eles tomar as suas decisões. Sentirei-me decepcionado porque a sociedade votou maioritariamente não só em Minho senão en toda Galiza por  desfazerse do PP.

Se Ricardo e CxM chegarão a algum acordo com o PP eu tampouco entenderei que Ricardo é um transfuga e nunca o tratarei como tal porque ser transfuga seria que fizera o que a PSOE de Minho acordara sendo de CxM e incumprindo os seus acordos assemblearios do seu partido.

Sinto-me decepcionado com Faraldo (PSOE) e com o seu entorno pois já é a segunda vez que faz uma pré-campanha e campanha de acosso e derrubo em termos políticos e sobre todo pessoais contra os candidat@s que tendo alma e coração de esquerda nunca, nunca, nunca seremos nem votaremos PSOE. Se o acosso ao que nos somete este setor social o fizesse o entorno do PP chamaríamos-lhes fascistas, caciques, etc, etc. mas como é do PSOE “carca” parece que é aceitável pela sociedade de “esquerdas” do meu concelho.

Penso que a situação não é boa para Minho e muito menos para a convivência vizinhal e como vizinho que são e que paga os seus impostos, taxas, mora e trabalha neste concelho quero que haja uma solução razoável tendo em conta que a maioria absoluta são 7 e não 6 e tendo, também, em conta que a gente do meu concelho, muito ao meu pesar, diziu que entre todos os candidatos que obtiver representação querem como alcaide ao Sr. Faraldo. No caso de que o Sr Faraldo consiga, ao fim, os apoios necessários para ser alcaide exigo-lhe que as funções de alcaide sejam a tempo completo com um salário acorde a situação económica do concelho de Minho e da sua sociedade e não que mantenha o seu posto de confianza na Autoridade Portuaria de Ferrol mentras cobra por assitência a pleno e a comisão muito por riba dos demais concelheir@s.

Gostaria de atitudes mais humildes, de dialogo e também de acordos pelo bem do meu concelho. Gostaria de uma atitude de vizinhanza sem que ninguem tenha que renunciar a pensar e dizer o que pensa.

Minho, 15 de junho de 2015.

Deixa unha resposta

O teu enderezo electrónico non se publicará